X

Sobre o uso de celulares em postos de gasolina e sobre o conceito de campo

Olá, professor. Tudo bem?

Gostaria de saber se é mito ou verdade, se tem embasamento científico ou não a Lei 13440/2002 que diz para evitar o uso de celular em postos de gasolina. Não vejo correlação alguma em ondas eletromagnéticas causarem uma faísca e incendiar um posto de gasolina.

Minha outra dúvida tem a ver com o conceito de campo: vejo alguns professores definindo-o como sendo uma região de influência no espaço e vejo outros professores definindo-o como sendo uma propriedade de cada ponto do espaço. As duas são aceitas ou há uma errada?

Obrigado, desde já, professor!

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - IF-UFRGS

O efeito de faíscas pode ser observado em fornos de micro-ondas quando lá existe uma peça metálica com cantos vivos. Desta forma é possível que ondas eletromagnéticas produzam centelhas.

É pouco provável que um aparelho de telefonia celular, que opera com micro-ondas, consiga o efeito verificado no forno [1].  Entretanto é um boa precaução não usar os aparelhos celulares e outros eletrônicos em postos de gasolina pois disparar uma centelha também é possível em circuitos de baixa tensão por efeito autoindutivo [2]. Existe um vídeo [3] que mostra um operador na parte superior de um caminhão tanque manipulando o que pode ser um celular, seguindo-se uma explosão.

Quanto à segunda dúvida: A palavra campo é ambígua. Se é utilizada para designar o vetor campo elétrico, ou campo gravitacional ou campo magnético, então expressa uma propriedade de pontos do espaço. Outras vezes a palavra campo designa toda uma região nas imediações de uma fonte de campo (carga ou massa).

“Docendo discimus.” (Sêneca)


3 comentários em “Sobre o uso de celulares em postos de gasolina e sobre o conceito de campo

  1. Francisco disse:

    OLa, professor! Lendo a sua postagem, me surgiu uma dúvida sobre o uso de aparelho celular.

    Algumas pessoas (muitas por sinal) acham que os aparelhos celulares não podem ser usados em dias de tempestade, isso porque, segundo eles, podem provocar atração dos raios.

    Pode elucidar essa dúvida e sugerir leitura a respeito?

    Agradeço

  2. João Menezes disse:

    Estimado, professor Lang. Há um artigo na Física na Escola, intitulado Ciência e Pseudociência, em que trata desse assunto do uso de celulares em postos de gasolina no subtítulo “Um exemplo recente de lendaurbana que atinge a população“, página 7. Tudo bem que o artigo foi publicado em 2008, não é tão mais recente.

    No entanto, o artigo critica essa lei mencionada a qual proíbe o uso de telefones celulares em postos de combustíveis da cidade de SP pelo suposto risco das ondas eletromagnéticas ou mesmo de uma faísca produzida pelo aparelho vir a explodir os tanques de combustível.

    Fica a leitura adicional. Abraços

Deixe uma resposta para Francisco Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *