X

Supernovas: perigo para a Terra?

Saudações a todos da UFRGS.

Eu li que as estrelas IK Pegasi, Spica, Betelgeuse, Rigel, Alpha Lupi e Antares são as estrelas mais próximas da Terra que são candidatas a supernovas.

Mesmo que suas explosões ocorram daqui milhões de anos, existe algum perigo para a Terra?

Obrigado.

Respondido por: Profa. Cristina Furlanetto - IF-UFRGS

Uma supernova é uma explosão estelar muito luminosa e violenta que acontece no final de vida de estrelas massivas. A energia emitida durante uma explosão de supernova pode ser muito maior do que toda a energia que o Sol irá irradiar em toda a sua vida de bilhões de anos. As supernovas podem ser de dois tipos. Supernovas do tipo I ocorrem em sistemas binários nos quais uma das estrelas é uma anã branca, que recebe massa proveniente de sua companheira. Conforme a massa se acumula na anã branca, ela vai progressivamente sendo comprimida até que reações nucleares descontroladas acontecem no seu interior, levando a explosão como supernova. Já as supernovas do tipo II ocorrem quando uma estrela muito massiva envelhece e morre — a estrela consome todo o seu combustível nuclear e então colapsa sob sua própria gravidade.

As supernovas têm um alto potencial de destruição se ocorrerem na vizinhança da Terra. Felizmente o Sol não se enquadra em nenhuma das categorias de estrelas destinadas a explodir como uma supernova. De acordo com a literatura científica, a distância mais segura entre uma estrela que explode como supernova e a Terra é de 50 a 100 anos-luz (1 ano-luz equivale aproximadamente a 9,5 trilhões de quilômetros).

Mas o que aconteceria se uma estrela a uma distância menor do que esta distância segura explodisse como supernova? A radiação proveniente da supernova afetaria o nosso clima, causando aquecimento global. Os raios X e raios gama emitidos pela supernova poderiam ionizar alguns elementos da atmosfera, levando a formação de outros gases prejudiciais aos seres vivos, e também poderiam destruir a camada de ozônio, deixando a Terra mais exposta à radiação solar. Desta forma, extinções em massa poderiam ocorrer.

Se nesse ponto você está começando a ficar preocupado(a), não fique. Não há nenhuma candidata a supernova conhecida próxima o suficiente de nós para causar um impacto significativo na Terra num futuro próximo.

Com relação às estrelas mencionadas na pergunta, a estrela IK Pegasi é a candidata a supernova mais próxima de nós, localizada a aproximadamente 150 anos-luz de distância. Na verdade ela faz parte de um sistema binário, sendo a estrela IK Pegasi B uma anã branca candidata a progenitora de supernova do tipo I. Todas as outras estrelas citadas estão a distâncias maiores do que IK Pegasi B e não oferecem risco para nós.

Além disso, não há nenhuma outra estrela massiva que possa explodir como supernova do tipo II a menos de 50 anos-luz da Terra. Já as candidatas a progenitoras de supernovas do tipo I,  provavelmente há algumas centenas de estrelas anãs brancas a menos de 50 anos-luz de distância de nós, mas é difícil prever exatamente quantas são, pois estas estrelas são muito fracas e difíceis de detectar.

De qualquer forma, eventos de supernova são raros. Estima-se que ocorra em média uma supernova a cada 50 anos em uma galáxia como a Via Láctea. A chance de uma delas explodir na nossa vizinhança em um futuro próximo é muito pequena. Alguns estudos sugerem que uma supernova ocorre a cada 240 milhões de anos em uma distância de até 33 anos-luz da Terra. Outros estudos indicam que no passado muitas supernovas ocorreram a uma distância próxima o suficiente que podem ter afetado a evolução das espécies na Terra.


Um comentário em “Supernovas: perigo para a Terra?

  1. Hugo Sousa disse:

    Obrigado pela resposta, foi bastante esclarecedor. =)

    Também fiquei sabendo finalmente o que é uma supernova do tipo I, visto que ainda tinha dúvidas sobre isso. =)

Deixe uma resposta para Hugo Sousa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *