X

Sombra da Terra e Eclipse Lunar

Tenho visto muitas representações de imagens da sombra da Terra mostrando o Sol como um corpo extenso, aparecendo maior que a Terra em imagens como essa: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/e/ec/Geometry_of_a_Lunar_Eclipse.svg

Eu sei que os raios solares chegam quase paralelamente à Terra, e que o Sol ocupa meros 0,5° no céu.

Gostaria de saber então o por quê dessa representação e se ela seria correta, e qual seu efeito para explicar o avermelhamento da Lua durante os eclipses. Obrigado.

Respondido por: Prof. Fernando Lang da Silveira - www.if.ufrgs.br/~lang/

A figura está correta embora não conserve a escala real para o sistema Sol-Terra-Lua.

Conforme demonstramos em O encolhimento das sombras (disponível em ReserachGate) o cone de sombra da Terra se estende até cerca de 108 vezes o diâmetro da Terra do centro do planeta e na região por onde a Lua passa. Quando ocorre um eclipse total de máxima duração o diâmetro do cone é cerca de 0,7 vezes o diâmetro da Terra ou 2,6 vezes o diâmetro da Lua.

O tom laranja avermelhado que a Lua assume quando ingressa completamente no cone de sombra se deve à luz branca do Sol que, incidindo na atmosfera terrestre, sofre espalhamento e refração, sendo então desviada para dentro do cone conforme discutimos em As cores da Lua cheia  (disponível no ResearchGate) e está indicado na figura abaixo.

Veja também As cores da super Lua

Efeitos inusitados da luz solar

Sombra da luz solar: efeito ET!

“Docendo discimus.” (Sêneca)

Visualizações entre 27 de maio de 2013 e novembro de 2017: 2673.


3 comentários em “Sombra da Terra e Eclipse Lunar

  1. Elonia Debom Siqueira disse:

    Interessante!!!

  2. Já vi um eclipse total da Lua no qual ela ficou totalmente negra, sem a luz avermelhada. Quase nada se via no lugar da Lua. Acredito que isso tenha acontecido devido ao fato de a periferia da Terra. vista da Lua, estar toda com nuvens que impediram a passagem da luz solar filtrada e refratada. Creio que foi na noite de 24 de junho de 1964.

Deixe uma resposta para Elonia Debom Siqueira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *